11 setembro 2007

Cego para cores

Não acho ruim ser daltonico. Lembro que uma vez, no meu segundo grau, resolvi comprar um tênis, fui até a loja, fiquei algum tempo até escolher o melhor modelo, o que mais gostava. Acabei optando por um muito legal, experimentei, achei bacana e resolvi levar. Na primeira vez que resolvo usá-lo (nunca me equeço desse dia, foi engraçado) é uma segunda-feira, assim que chego na escola todos os meus amigos começam a rir do meu tênis, eu não noto nada até que eles me dizem que existe uma faixa rosa no calçado. Eu jurando que era branco, mas era rosa, fui motivo de piadas por algum tempo. Nem sei em que lugar foi parar aquele par de tênis, lembro que foi ficando amarelo com o tempo, mas mesmo assim meus amigos ainda faziam piadas. Acho que mais engraçado que isso foi comprar uma camiseta roxa pensando que fosse azul. Essas cores todas: azul, roxo, violeta, lilás, rosa; que diferença existe entre elas? Como assim o tronco de uma árvore não é vermelho?

Um comentário:

delírios disse...

Mas a gente fez a capa do nosso paper slaide ou power paper, vc ajudou na escolha das cores! hauahaaaa